Mundo Sustentável

Receba o nosso BOLETIM

Abrindo espaço na mídia para um planeta em transformação

Micro Blog
4 ago 2016
POR: Mundo Sustentável
CATEGORIA: Destaque, Microblog
TAGS:
Home » » Como a Olimpíada muda o astral de uma cidade

Como a Olimpíada muda o astral de uma cidade

O lado luminoso do maior evento esportivo do planeta

 

Em meio ao baixo astral internacional causado principalmente pelo elevado número de atentados terroristas (e no caso do Brasil, pela crise política e econômica caprichosamente juntas e graves) haja ânimo para celebrar a Olimpíada. Mas…não é que o ânimo aparece?

Esqueça – ou abstraia – os muitos interesses em torno do maior evento esportivo do mundo, as máfias que se apossaram de várias federações ligadas ao esporte, patrocinadores que vendem produtos nada saudáveis, entre outras aberrações.

Abstraia – ou esqueça – todas as razões eventualmente justas e bem fundamentadas para que o Brasil jamais sediasse um evento como esse.

Nessa altura do campeonato, à véspera da abertura oficial dos Jogos, considere o seguinte:

1) A elite do esporte mundial está no Brasil trazendo na bagagem anos de sacrifícios, superações e dramas pessoais para chegar onde chegaram. Não seria exagero chamá-los de heróis (principalmente os atletas das Paralimpíadas). Seus exemplos de obstinação, disciplina e perseverança na busca pelos melhores resultados são inspiradores e comoventes. Como faz bem saber que eles existem e fazem o que fazem. É, no mínimo, um alento saber que estão por perto.

2) Embora os atletas representem diferentes países, a disputa esportiva não interfere no clima de confraternização e amizade entre as diferentes culturas. Tanto na Vila Olímpica quanto no Centro de Imprensa Internacional o ambiente alegre e festivo estimula a formação de novas amizades e até de relacionamentos amorosos com direito a uma frenética troca de souvernirs, telefones e convites para passeios durante ou depois dos Jogos. É a melhor tradução para a velha e surrada expressão: “paz entre os povos”. Em tempos de tanta intolerância e preconceito, é lindo de ver e de sentir.

3) A Olimpíada oferece ao Brasil mais uma chance de repensarmos o papel do esporte na formação das nossas crianças. Todas as escolas e universidades deveriam apoiar a prática esportiva com os devidos recursos pedagógicos e materiais. Ainda há tempo. Os Jogos evidenciam o acerto de países eventualmente menores e mais pobres que o Brasil que não descuidaram da formação esportiva em seus respectivos projetos educacionais. Podem até não ganhar muitas medalhas. Mas são melhor avaliados do que nós nos rankings internacionais que medem desempenho escolar.

Em tempo: como sempre acontece com as cidades-sede dos Jogos, a vibração do Rio está diferente. Não deixamos de ter os nossos problemas seríssimos de sempre. Mas durante três semanas, viveremos os sonhos e as frustrações de quem consagrou a vida para estar aqui.

Que a partir do Rio, imagens positivas de superação (com ou sem recordes), fair-play e amizade entre os povos saturem a carregada psicosfera do planeta.

 

 

André Trigueiro

 

 

 

Comentar

Comentários

Current month ye@r day *